Orientação

Saber como se orientar sem bússola é bem importante para quem deseja estar preparado para sobreviver em situações e locais inóspitos. Conhecer algumas técnicas de orientação como pelo relógio, estrelas ou pelo sol é interessante para evitar ficar rodando em círculos, mas não te dará respostas exatas. Então encare as dicas a seguir como métodos para conseguir encontrar a direção correta, mas sem necessariamente ter uma resposta exata.

Estabilidade emocional

O elemento imprescindível numa situação em que um indivíduo se encontra perdido é manter sua estabilidade emocional. Se você não conhece o local e não faz ideia de onde poderá encontrar socorro é melhor permanecer onde está, além de economizar energia você estará facilitando o trabalho da equipe de resgate. Perder a calma e se entregar ao desespero pode tornar tudo mais difícil e fazer com que você simplesmente saia a esmo por um local desconhecido.

Dicas de orientação para situações difíceis

Em alguns casos não é possível permanecer no local em que se está perdido devido a percepção de que a equipe de resgate não conseguirá chegar ou mesmo porque existe algum risco eminente como animais ferozes prontos para atacar. Nesses casos você deve ter um mínimo de noção de orientação para saber como seguir na direção em que o socorro será mais fácil.

Saiba localizar os pontos cardeais

O básico para se orientar sem uma bússola é conhecer os pontos cardeais, observe onde o sol nasce (leste) e então se posicione com os braços abertos apontando o braço direito para o leste. Seu braço esquerdo apontará o oeste, a sua frente estará o norte e as suas costas o norte. Viu como é mais fácil do que parece?

Usando o relógio para se guiar

Para quem está num local abaixo da linha do Equador a técnica consiste em apontar o mostrador do seu relógio das 12 horas em direção ao sol. Observe que será formado um ângulo entre o mostrador de 12 horas e o ponteiro das mesmas, a reta que divide esse ângulo ao meio (chamada de bissetriz) apontará aproximadamente o norte. Use o menor ângulo que for criado entre o ponteio e o mostrador.

Quem estiver acima da linha do Equador deverá usar o ponteiro das horas apontado para o sol descobrindo então a bissetriz entre ele e o mostrador de 12 horas. Essa técnica é recomendada para deslocamentos curtos, pois o sol se move com certa velocidade. Você pode desenhar um relógio no chão caso não tenha um relógio.

Usando as estrelas para se orientar

Antes de mais nada a nossa dica é descobrir a direção desejada através das constelações, mas não se deslocar a noite, pois é muito mais perigoso. No Hemisfério Sul é bastante simples encontrar a direção aproximada do sul, pois basta encontrar a constelação do Cruzeiro do Sul (aquela em forma de cruz). Observe as duas estrelas que formam o eixo mais longo da cruz e então desenhe uma linha imaginária entre as pontas e o prolongue cerca de quatro vezes e meia para descobrir para que lado fica o sul. Sabendo aproximadamente onde é o sul é mais fácil encontrar os outros pontos.