Animais selvagens

Viver uma aventura em meio a natureza é um grande sonho para muitas pessoas, contudo, é bom lembrar que existem alguns riscos que são assumidos ao entrar numa situação como essa. A presença de animais selvagens é um dos fatores que deve ser levado em conta quando o assunto é uma aventura na mata. A seguir vamos te ajudar a conhecer melhor os animais mais comumente encontrados em território brasileiro e explicar quais são os locais em que é mais fácil encontra-los, para você evitar.

Dicas para não chamar atenção de animais selvagens

  • Alimentos não devem ficar dentro da sua barraca, se não tiver onde guarda-los embale-os bem para que seu cheiro não desperte atenção dos animais.
  • Manipule alimentos e prepare refeições a uma boa distância do local em que você irá dormir.
  • Luzes como fogueiras e lanternas ajudam a afastar animais selvagens da sua barraca.

Animais selvagens encontrados no Brasil

Porco-do-mato ou Queixada

Esse animal é basicamente vegetariano tendo como base de sua alimentação sementes, raízes e frutas, contudo, não se iluda. O queixada é bastante agressivo e quando se sente ameaçado não mede esforços para se defender. Além disso, é um animal que está sempre em grupo o que pode tornar o ataque mais intenso.

Quando um queixada ataca?

Para o queixada o ser humano não é alimento, mas se ele se sentir ameaçado irá atacar para se defender assim como atacará se acreditar que o indivíduo deseja fazer mal para outros integrantes do seu grupo. Um sinal de que esse animal pretende atacar é o estalar de dentes.

Como agir quando se deparar com um queixada

Para evitar um confronto com esse tipo de animal é importante que você não os ameace e apenas siga seu caminho com tranquilidade. Uma tática para fugir de um ataque inevitável de queixadas é subir numa árvore. Porém, esteja preparado para ficar um bom tempo preso no alto da árvore. Você pode tentar a estratégia de urinar sobre o grupo de animais que se assusta com o odor.

Onça pintada e onça parda

Dentre os animais selvagens encontrados em nosso país a onça se destaca pelo risco que oferece numa situação de ataque. De maneira geral as onças gostam de se estabelecer perto de rios sendo avistadas em ambientes como campos abertos e florestas. No Cerrado e no Pantanal existe grande quantidade de onças.

Quando uma onça ataca?

Durante muito tempo o estranhamento que a onça tinha em relação ao homem fazia com que ela sentisse medo de maneira que somente atacava quando era ferida, isto é, num confronto provocado pelo próprio homem. No entanto, com a aproximação do homem de animais selvagens as onças foram perdendo esse medo instintivo de maneira que é mais comum que elas ataquem.

Como agir ao se deparar com uma onça

Acredite que a onça tem mais medo de você do que você tem dela, porém, num primeiro momento a atitude mais assertiva é tentar sair do campo visual dela com tranquilidade. Não encare esse animal nos olhos, não corra, ande com tranquilidade na direção oposta. Se isso não for suficiente e a onça vier em sua direção você deverá ficar na ponta dos pés e com os braços bem abertos para que ela te veja maior do que você realmente é.

Grite e pareça ameaçador para que ela tenha medo de você e fuja, lembre-se que você está diante de um animal forte e muito veloz. Não se abaixe, pois ela pensará que você é um quadrupede e uma boa presa assim. Nunca dê as costas para uma onça, pois ela é uma caçadora nata e verá a sua fragilidade ao fazer isso.